Na virada do século 21, o psicólogo e cientista social David Niven ficou mundialmente conhecido por traduzir de maneira simples o que as descobertas científicas diziam sobre saúde e bem-estar. Seu livro “Os 100 Segredos das Pessoas Saudáveis” foi um best seller global ao explicar, com base nas pesquisas de médicos e especialistas, os pequenos hábitos para uma vida mais saudável. Separamos alguns deles:

1) A busca pelo corpo perfeito é ilusão

Esforçar-se para adotar um estilo de vida saudável é excelente. Mas tentar alcançar o resultado perfeito, não é bom. Quando buscamos a perfeição, estamos nos condenando ao fracasso. Perfeição não existe. A melhora é um processo. Procure ter um corpo saudável, não um modelo de vitrine.

2) Mantenha alimentos saudáveis ao seu alcance

As pessoas tendem a comer o que está ao alcance das mãos. Se você mantém alimentos saudáveis à mão, a probabilidade de enganar a fome com eles é muito maior. Pesquisas da Universidade da Carolina do Norte descobriram que o consumo de frutas e verduras é 32% maior em áreas com supermercados que vendem esses produtos.

3) O que você faz é importante

Saúde não é como loteria. Não somos apenas atingidos ao acaso por doenças. Muitas delas são causadas por nossas decisões e comportamentos. O câncer é o vilão nas listas das enfermidades que as pessoas mais temem. Pesquisas descobriram que metade dos casos tem origem no estilo de vida.

4) Dê um tempo para você

A maioria das pessoas costuma ter a sensação de que um dia é curto demais. Dê a você mesmo um tempo para pensar, sentir, refletir, todos os dias. Pesquisadores da Universidade de Wisconsin concluíram que pessoas que meditam regularmente têm níveis mais elevados de anticorpos, que contribuem para o combate às doenças.

5) Respire direito

Essa é a maneira mais fácil e eficiente de proteger sua saúde. Graças à respiração, melhoramos nossa digestão, sono, circulação, diminuímos a ansiedade e estabilizamos a frequência cardíaca. Pesquisadores da Universidade Harvard chegaram à conclusão de que respirar profunda e calmamente a partir do abdome desencadeia um fluxo sanguíneo rumo ao cérebro, reduzindo em 65% o estresse.

6) Nunca somos velhos para mudar nossos hábitos

Seja qual for sua idade, melhorar seus hábitos pode melhorar sua saúde. Pesquisas realizadas na Universidade Case Western Reserve apontaram que o aumento de exercícios, entre pessoas com mais de 60 anos melhora o estado geral da saúde, gera uma maneira mais positiva de encarar a vida e aumenta em 20% a expectativa de vida.

7) Ter sempre razão não é bom para a saúde

Achar que estamos sempre certos não é apenas uma característica social negativa, mas também um hábito nocivo à saúde. Estudiosos da Universidade de Bradford, Inglaterra, descobriram que 62% das pessoas inflexíveis experimentaram altos índices de estresse, que afetou seu sistema imunológico.