É a prova aguardada por muitos corredores. Por isso, seguem algumas dicas para você finalizar a subida da Brigadeiro inteiro (a) e entrar na Paulista celebrando a alegria de concluir a São Silvestre e o fim de mais um ano!

  1. No dia anterior, alimente-se bem, com fontes saudáveis de carboidratos, muita hidratação com água, pois a prova exige muito do corpo.
  2. Procure sair cedo de casa, e  assim evitar desgaste desnecessário.
  3. Leve uma mochila pequena, evite grandes quantidades de apetrechos, dado que é uma corrida lotada e carregar mochilas grandes, vai gerar um cansaço desnecessário.
  4. Hidrate-se bem com Água e Isotônico antes da prova, pois é comum faltar água nos postos de hidratação na corrida, procure hidratar bem em todos os postos de hidratação disponíveis durante o percurso.
  5. Alongue-se bem, antes da prova, principalmente, lombar, panturrilhas, coxa e quadris, pois serão fortemente utilizados
  6. Passe protetor solar e utilize a viseira, pois o sol e o calor no horário, vão desgastar muito o organismo durante a prova.
  7. Tome suplementos ao qual está adaptado, não tente tomar algo novo se você não está acostumado.
  8. Passe vaselina em pasta, nas partes do corpo de maior atrito, assim evitará aparecimento de bolhas e assaduras.
  9. Como serão mais de 30 mil, não adianta se estressar com a largada, pois devido a transmissão da prova, muita gente vai lentamente até cruzar o pórtico de largada, então utilize esse tempo os 2 primeiros km, para aquecer o corpo.
  10. Controle seu ritmo principalmente nas descidas para que não haja um grande desgaste muscular e assim evite lesões articulares.
  11. Após conseguir desenvolver o ritmo, evite sair forte, pois as descidas e subidas no decorrer do percurso vão minando o seu fôlego e força durante a corrida e vai sobrecarregar a subida da Brigadeiro.
  12. Evite o ziguezague para ultrapassar pessoas, isso vai cansar demais sua musculatura e comprometerá o ritmo e a prova.
  13. Evite ficar subindo e descendo calçadas, pois isso poderá causar lesões.
  14. Todo cuidado é pouco nas curvas, pois há uma tendência de grande parte dos corredores fecharem a curva e isso pode até causar quedas, então faça a curva aberta.
  15. Guardar fôlego para o final será muito importante, faça um ritmo tranquilo, um pace confortável, lembre-se que você enfrentará a subida da Brigadeiro no final da prova, e para tal, terá que estar com uma boa reserva de força, fôlego e energia para cumprir essa etapa.

 

foto: Marcelo Ferreli – Gazeta Press/divulgação-organização

É diretor Técnico da Life Training Assessoria Esportiva, formado em Educação Física UNIb e pós-graduado em Fisiologia do Exercício CEMAFE/USP. 

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não necessariamente refletem a opinião e posição do Jornal Corrida.