Donas da corrida

Avante, mulherada! – por Kauana Araújo

mulheres na corrida
por Kauana Araujo

Quando me propus a escrever o “Donas do Asfalto”(projeto de TCC que virou um livro e posteriormente, um site) sempre tive em mente que ao trazer o substantivo feminino “donas” como primeira palavra do título, eu fazia automaticamente uma provocação a nossa sociedade que por décadas, não nos via como protagonistas ou como donas de nossas histórias, pensamentos, raízes ou nossas vontades. Nos via como propriedades e não proprietárias.

A nós mulheres foi negado o direito a correr sem um homem para acompanhar, à nós mulheres foi negado o direito de participar de uma maratona e à nós mulheres, foi negado o direito de correr longas distâncias em uma prova olímpica. Felizmente, o mundo evoluiu e a luta por direitos e igualdade também invadiu o âmbito do esporte para que hoje, nós também possamos dizer que somos donas da corrida.

Afinal, o “sexo frágil” é o sexo que mais tem resistência em provas longas e faz todo um malabarismo para dar conta de toda rotina – e ainda assim, dar aquele trote no final do dia para sentir a endorfina querida. E claro, para fazer o check list da lista das tarefas cumpridas.

O “sexo frágil” é o sexo que com muitos “nãos” se refez, se convenceu de que poderia e que não abaixou a cabeça e até hoje não abaixa, mesmo que ainda falta muito para que vivemos em um mundo igual e justo para ambos os gêneros e também foi esse mesmo sexo que teve que utilizar apenas iniciais para poder se inscrever em uma das maratonas mais famosas do mundo (obrigada, Kathrine Switzer!) e ainda assim, ao perceberem que era uma mulher, tentaram priva-la dessa conquista. Felizmente, não conseguiram e ela, obviamente, fez história.

E junto a ela, tantas outras fizeram, assim como nós também fazemos. Fazemos a nossa história, batemos os nossos recordes e continuamos na luta para que a corrida seja para todos, sem exceção – e que a nossa força nunca seja subestimada.

Seja bem-vinda (o) ao meu blog, o Donas da Corrida. Aqui falaremos sobre mulheres, superação, recordes, treinos, medos, anseios, limites, sonhos e desejos. É um espaço para ressaltarmos mulheres corredoras, aquelas que nos inspiram e aquelas que nos fortalecem. É um espaço para todas e todos aqueles que acreditam que nós mulheres somos capazes de tudo e até do impossível.

Chega mais!

Jornalista, blogueira e maratonista.