Corra Melhor, Nutrição

Apimente seus treinos

pimenta é termogênico natural
por Redação

Todo mundo quer ter boa saúde e disposição, acelerar o metabolismo e, de preferência, ainda retardar o processo de envelhecimento. E claro, ninguém minimamente bem informado tem dúvidas de que corrida tem papel fundamental quando se trata de atingir esses objetivos. Quem pratica atividade física regularmente sente isso no próprio corpo e, se sobrar alguma dúvida, dezenas de estudos desenvolvidos em inúmeros centros de pesquisa ao redor do planeta comprovam os efeitos benéficos do exercício. Mas para turbinar ainda mais o treino, um toque de pimenta é bom e pode fazer muito bem.

“Sabemos atualmente que, consumida sem exageros, a pimenta estimular a liberação de endorfinas, causando sensação de bem-estar, o que tende a aumentar a disposição para a atividade física”, afirma a nutricionista Anna Macready, pesquisadora da Universidade de Reading, na Inglaterra.  Há vários anos ela coordena uma equipe que desenvolve pesquisas sobre flavonoides, compostos presentes nos alimentos que são capazes de melhorar as funções físicas e mentais de maneira geral. Essas substâncias protegem as células de danos causados por radicais livres, diretamente associados ao processo de envelhecimento. Com poucas calorias, a pimenta vermelha ainda é fonte de magnésio, ferro, aminoácidos e vitaminas A, B1, B2, C e, também, E.

Termogênico, o alimento tem o potencial de favorecer a queima de calorias durante o processo de digestão. Embora os efeitos de seu consumo variem de um organismo para outro e características específicas devam ser consideradas em cada caso, é possível dizer que, em média, basta ingerir três gramas ao dia como tempero de pratos quentes e saladas pra aumentar o metabolismo em até 15%. Como ajuda na queima de calorias, incluir a pimenta no cardápio pode ainda potencializar o efeito emagrecedor do treino. Embora o efeito positivo não seja direto sobre o rendimento na corrida, esse hábito contribui para o reforço de um ciclo saudável.